Quarta-feira, 1 de Fevereiro de 2006

SABER AMAR

Encontrei este poema da Florbela Espanca, num livro. Infelizmente, não sei o nome!

...
Odeio o teu doce sorriso,
odeio o teu lindo olhar
E ainda mais a minh'alma
Por tanto e tanto te amar

O meu comentário?
Não te vou odiar; apenas lamento não ter (talvez quem sabe, seja essa a razão) sabido te amar!
Ou tu achado que o teu amor não era suficiente!
Mas será que o amor se mede?
publicado por Remember às 14:02
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De zezinho a 2 de Fevereiro de 2006 às 16:23
O amor sente-se. É "imedível"
De Carmem L Vilanova a 1 de Fevereiro de 2006 às 20:42
Nao, minha linda! Amor nao se mede... sente-se apenas... e muito! É algo que inunda o corpo, a alma, o coraçao, a cabeça... tudo, enfim! Nao há medida para saber o quanto senti-lo... deve-se antes, senti-lo apenas e deixar que nos inunde o ser, se vale a pena! :)
Muitos beijos, minha querida!
A gripe está a atacar-me outra vez... ainda nao estou completamente recuperada... a cabeça me dói... bastante!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ALMA

. DESAFIO

. VOLTAR

. SÓS

. EFECTIVAMENTE

. GOZAR

. NO MUNDO

. FRIO

. COISAS

. BOM LIVRO

.arquivos

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds