Sexta-feira, 29 de Abril de 2005

MENSAGEM

DEVER DO POETA É CANTAR COM SEU POVO E DAR AO HOMEM O QUE É DO HOMEM:
SONHO E AMOR. LUZ E NOITE, RAZÃO E DESVARIO
PABLO NERUDA - Prólogo de Las Piedras de Chile

O meu dever, Neruda, se é que de dever devemos falar, antes prazer, é ler, apreciar e tentar encontrar a mensagem que escondeste!
Vou cantar contigo, vou sonhar e amar alguém, procurando o sol para me embelezar, entrar na noite para conhecer a razão e o desvario de que falas.
Não para ocultar os pecados, porque querer amar e ser amado não é pecado, nem é uma conquista!
Acontece apenas!
publicado por Remember às 13:52
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Abril de 2005

VOLTAR A ESPERAR

E quando à tua frente se abrirem muitas estradas e não souberes a que hás-de escolher, não metas por uma ao acaso, senta-te e espera.
Respira com a mesma profunidade confiante com que respiraste no dia em que vieste ao mundo, e sem deixares que nada te distraia, espera e volta a esperar. Fica quieta, em silência, e ouve o teu coração.
Quando ele te falar, levanta-te, e vai para onde ele te levar.

- É o final do livro "Vai aonde te leva o coração" da Susanna Tamaro.
Um livro comovente e devo confessar que me meti numa estrada ao acaso e deparei com os meus próprios fantasmas, com problemas que já devia ter enfrentado e resolvido.
Pensava que tinha tempo, mas nunca se pode adiar o amanhã.
Como o ditado diz, ´"há males que vêm por bem".
Resolvi o que estava pendente, mas agora aprendi a sentar-me e a esperar.
Não é cobardia - é apenas concretizar uma certeza!
publicado por Remember às 13:38
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 19 de Abril de 2005

ENRIQUECER COM O MUNDO

Não percas Ítaca de vista,
Pois chegar lá é o teu destino.
Mas não apresses os teus passos;
É melhor que a jornada demore muitos anos
E o teu barco só ancore na ilha
Quando já estiveres enriquecido com o
Que conheceste no caminho

Konstantinos Kvafis

Acho que nunca vou chegar a Ítaca - penso que ainda posso aprender mais, esculpir ainda mais as minhas ideias e a minha maneira de ver o mundo.
Ou talvez chegue a um lado diferente; talvez deixe um legado!
A quem não sei, mas isso pouco importa agora, pois quem me conhece, partilha comigo a riqueza do meu conhecimento!
publicado por Remember às 13:34
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Abril de 2005

PERFEITA

"Tive de a perder para entender que o sabor das coisas recuperadas é o mel mais doce que podemos experimentar."

do livro de Paulo Coelho - "O Zahir"
Li por alto o livro e sei que alguém desapareceu - é o ponto de partida para desenvolver a trama.
Escrevi a frase, porque achei ser a perfeita declaração de amor.
Só que a minha declaração de amor, que esperava ansiosamente, soube-me a fel e por vezes, ainda sinto o travo amargo na boca.
Como hoje, em que o vi e ele foi positivamente odioso!
publicado por Remember às 13:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 11 de Abril de 2005

BELEZA ESCONDIDA

ALEGRIA DESCONHECIDA
De súbito o prazer de sentir
o sol manso de Inverno
Caminhar suavamente no passeio
numa hora morta....
Francisco Duarte Mangas
Nada a acrescentar - apenas que é o que eu sinto quando caminho pelas ruas do Porto ou quando me escondo nos jardins do Palácio de Cristal para rever a vista magnífica que se tem do Rio Douro!
publicado por Remember às 13:56
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 7 de Abril de 2005

NA BRASILEIRA

Diogo Alcoforado
Na Brasileira escrevo: ou apenas construo
o meu silêncio no ruído entre os vidros, e
mármores, se lido espaço é a mesa que
extremas vozes não confundem

E quem é que não gosta de ler ou escrever, descansado numa mesa do Café?
Quem é que não gosta de ver o mundo passar e sentir que faz parte dele?
Eu gosto; até mesmo estando em silêncio!
publicado por Remember às 13:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 4 de Abril de 2005

VIVA O PORTO

Ao menos os teus olhos
permanecem verdes todo o ano
- Jorge de Sousa Braga - NOS SEMÁFOROS DA RUA SANTA CATARINA
Uma justa homenagem à cidade onde vivemos e que amamos profundamente - o Porto.
E a Rua Santa Catarina é o ponto central, onde toda a gente se encontra!
Um viva ao Porto!!!
publicado por Remember às 13:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 1 de Abril de 2005

FLORES EM CASA

  1. Só por dentro de ti rebentam flores.
    Só por dentro de ti a noite escuta
    O que sem voz me sai do coração”

    CASA – DAVID MOURÃO-FERREIRA

    É apenas uma parte deste poema, que se chama “CASA”.
    “CASA” é:

    o nosso jardim secreto, com os segredos dos nossos amores e frustrações
    a casa em si, onde temos o nosso quarto e os nossos livros
    a cidade, que acolhe a nossa vida, os nossos projectos

    Ou não sei se será mesmo aquela pessoa especial que vive dentro de nós, connosco e para nós.

    De qualquer forma, é sempre bom voltar a “CASA”.
publicado por Remember às 14:03
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ALMA

. DESAFIO

. VOLTAR

. SÓS

. EFECTIVAMENTE

. GOZAR

. NO MUNDO

. FRIO

. COISAS

. BOM LIVRO

.arquivos

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds